quarta-feira, 15 de outubro de 2008

6 de Abril 96, de Sveva Casati Modignani

É sem duvida um bom romance, é uma história que nos prende do início ao fim.
Gostei

Sinopse:

Numa manhã de Verão, na igreja milanesa de San Marco, uma jovem e belíssima mulher é brutalmente atacada. Quando desperta da delicada cirurgia a que foi entretanto submetida tem perante si a difícil tarefa de recuperar a sua própria identidade, já que a violência de que foi vítima lhe provocou a perda da memória. As recordações avivam-se pouco a pouco e é penosamente que ela recompõe a sua história e a da sua família. Mas é um processo doloroso, pois Irene Cordero – é este o seu nome – carrega consigo uma pesada herança. Já a mãe e a avó haviam pago caro as tentativas de seguir os ditames do seu coração, violando a moral, as convenções e a cultura de um mundo rural que as obrigava à submissão e à obediência; um doloroso estigma que tão- pouco poupa Irene que, com apenas dezoito anos, abandona o campo e parte em busca do seu próprio caminho. Porém, não obstante o sucesso profissional e o bem-estar económico, Irene não consegue encontrar o equilíbrio emocional. Será necessária uma crise profunda para que ela encontre forças para se renovar, para fazer as pazes com o passado e para aguardar o amanhã com serenidade e confiança.

Um romance intenso e empolgante dedicado às mulheres: as de ontem, que lutaram por assumir as rédeas do seu próprio destino, e as de hoje, que têm a sorte de poder usufruir da autonomia conquistada. Porque não há liberdade maior do que a que nos permite ser e viver segundo a nossa vontade.


12 comentários:

Tiago R Cardoso disse...

gostei, parece interessante e um interessante blogue.

Salto-Alto disse...

Está na minha lista de "próximos a ler". Prometo.
Já agora, quando puderes, preciso de uma ajudinha nessa área. Beijocas!!!!

Minhoca disse...

Tiago:

Muito obrigada, e volta sempre.

Minhoca disse...

Salto:
Ora e que ajuda posso eu dar???
Se preferires podes madar mail, esta la no outro lado o mail, ou por aqui, é so pedir.

Jinhos

Salto-Alto disse...

Não, prefiro a ajuda por aqui porque assim podes brilhar! ;p

Eu nunca li nenhum livro da Nora Roberts. Adoro ler, mas nem sempre tenho tempo e por isso acumulei uma montanha de livros para ler. Queria fazer-te, por isso, 3 perguntas:

- Que livros da Nora Roberts aconselhas ler? É que há tantos e, pior, alguns são trilogia, que tenho receio de começar por ler um que não seja muito bom e fique com a cisma que não gosto da escrita dela;

- Que livros da Sveva aconselhas que eu leia primeiro?

- Que livros gostaste mais de ler? É que dos que eu também li e tu aqui publicaste fiquei a saber que temos os mesmos gostos.

Beijocas!

Salto-Alto disse...

Ah, e já agora, leste algum livro de Jodi Picoult?

Minhoca disse...

Saltinho:

Então cá vai:

Eu gosto muito de Nora Roberts, na verdade so não recomendo “Os contos da meia noite”. O “Jogo de mãos” tem um estilo um pouco diferente, não nos envolve logo num mistério como acontece com a maioria dos seus livros, o mistério so o sentimos como tal a meio do livro.

Mas vou aqui deixar a lista pela ordem que acho que terá prender:
1)Vozes do passado
2)Lua de Sangue (sobre estes dois ainda não falei, mas irei escrever o mais rápido possível para ficares a saber mais)
3) Trilogia Irlandesa (1 de Agosto, podes la ir espreitar)
4) Trilogia da Herança (17 de Outubro)
5) Trilogia das 3 Irmãs (19 de Julho)

Para inicio esta parece-me a ordem certa, pois se como eu gostares, iras depois querer os outros todos que se quiseres poderei falar sobre eles.


Sveva Casati

Ora aqui diria que podes começar por “Qualquer coisa de Bom”, também gostei “6 de Abril” e “Viela da Duquesa” ( 28 de Julho)

Quanto aos meus livro favoritos é mais difícil depende muito do meu estado de espírito, já escrevi aqui sobre alguns livros de que gostei muito.

De Judi Picoult nunca li nada

Salto-Alto disse...

Eu já tinha lido aqui no teu cantinho que não gostaste muito do "Os contos da meia noite" porque não era só ela a escritora, certo? obrigada pela ajuda. :) Com tantos, tenho que seleccionar. Emprestaram-me agora o "A Dama Negra", da Nora Roberts.

Minhoca disse...

Saltinho:

Pois quando li "contos da meia noite" não reparei que não era todo escrito por ela, são 4 historias independentes que não me prenderam como normalmente acontece, so depois reparei que era um livro escrito por 4 pessoas.

Quanto à "Dama Negra" que publiquei agora, gostei muito, a diferença entre este e os que te tinha dito na lista é que nos outros és levada para um mundo diferente, aos antepassados, à magia, enfia, uma coisa mais complexa ou pelo menos diferente, este é um misterio mas que nos leva apenas as mentiras da natureza humana, sem nada assim transcendental, mágico ou qualquer coisa desse tipo.

Espero que gostes

Beijinhos

Anónimo disse...

Eu começo a ser repetiviva e acho que já não comento mais nenhum livro desta autora :) pq eu adoro os livros dela... claro que uns mais que outros mas ainda não li nenhum que não gostasse :) não tenho todos mas se quizeres mais algum é só dizeres ;)

Bj CA

Minhoca disse...

CA:

Pois sei que gostas dela mas mesmo assim podes sempre vir dizer bem:)

Bj

Eve disse...

Da Jodi Picoult já li dois que aconselho vivamente "Dezanove minutos" e "Décimo Círculo", são viciantes e tão vívídos, irei postar algo no meu blog acerca deles (não percam). Da Sveva (que ammo) aconselho a "Lição de Tango" bem como "6 de Abril de 96", apesar de preferir o primeiro. Bom blog.